11/02/2021

CAA-PR lamenta falecimento do jurista René Ariel Dotti

CAA-PR lamenta falecimento do jurista René Ariel Dotti

A Caixa de Assistência dos Advogados do Paraná lamenta o falecimento do jurista René Ariel Dotti, um dos mais reconhecidos advogados penalistas do Brasil. Ele era titular de Direito Penal da Universidade Federal do Paraná. Diante da perda, a seccional decreta luto oficial de três dias.

"Professor René Dotti era uma referência para toda a sociedade. Reconhecido como um exemplo de profissional, jurista, ser humano, pai, avô e um dos maiores advogados que o Paraná já teve, com especial atuação na redemocratização do país e na liberdade de imprensa. Uma perda irreparável", afirma Fabiano Augusto Piazza Baracat, presidente da CAA-PR. 

Na OAB, Dotti exerceu diversos papéis tanto na seccional quanto em nível nacional. Foi conselheiro seccional nos anos 1960 e 1970 e integrou diversas comissões como a Comissão da Verdade no Âmbito da seção Paraná e a Comissão de Apoio à Criação do Tribunal Regional Federal no Estado do Paraná. No Conselho Federal, presidiu a Comissão Especial de Estudo do Projeto do Novo Código de Processo Penal e foi relator do anteprojeto de nova Lei de Imprensa.

Homenagens

Em 2016, a OAB Paraná realizou um evento em homenagem ao jurista que contou a presença de grandes nomes do direito nacional, entre eles Miguel Reale Junior, que o definiu da seguinte maneira: “René Dotti é um sonhador com os pés no chão. Por isso, um sonhador que realiza. Sou eterno devedor do entusiasmo que ele gera na minha vida”, disse o também penalista.

Sua atuação foi aguerrida durante o regime militar, tendo atuado como defensor das liberdades e dos direitos fundamentais. Posteriormente, foi homenageado pela Câmara dos Deputados e pela Ordem dos Advogados do Brasil pela atuação em defesa de presos e perseguidos políticos.

Era membro da Academia Brasileira de Direito Criminal, da Academia Paranaense de Letras, da Academia Paranaense de Letras Jurídicas e da Sociedade Mexicana de Criminologia. Dotti também foi membro da Comissão de Juristas, instituída pelo Senado Federal, para elaborar o anteprojeto do Código Penal (2011)

Entre diversas homenagens, além da Medalha Vieira Neto, o jurista recebeu a Medalha Santo Ivo, Padroeiro dos Advogados, concedida pelo Instituto dos Advogados Brasileiros, a Comenda Mérito Judiciário do Estado do Paraná, conferida por decisão unânime de Órgão Especial, do Tribunal de Justiça do Paraná (2014).

Deixa a esposa Rosarita, as filhas Rogéria e Cláudia e netos e os netos Gabriel, Pedro, Lucas e Henrique. A diretoria da CAA-PR expressa as mais sinceras condolências aos familiares e amigos.

Com informações da OAB Paraná.

Newsletter

Cadastre-se para receber em seu email nossa newsletter.

Desenvolvido por ledz.com.br