22/07/2021

“A terapia deveria ser obrigatória no desenvolvimento do ser humano”, afirma Gustavo Arns em palestra do projeto Saúde Mental

“A terapia deveria ser obrigatória no desenvolvimento do ser humano”, afirma Gustavo Arns em palestra do projeto Saúde Mental

Para comemorar os dois anos do Projeto Saúde Mental, a Caixa de Assistência dos Advogados do Paraná (CAA-PR) promoveu, na noite desta terça-feira (20/07), uma palestra com Gustavo Arns, presidente da Escola Brasileira de Ciências Holísticas e idealizador do Congresso Internacional de Felicidade. 

O presidente da CAA-PR, Fabiano Augusto Piazza Baracat, abriu o evento ressaltando a importância do projeto Saúde Mental. “O projeto chegou para complementar o ciclo de atendimento integral à saúde do advogado feito pela CAA-PR”, comentou. “Com muito orgulho chegamos a essa data na qual comemoramos a consolidação e o amadurecimento deste projeto tão importante para a advocacia”, afirmou. Em sua fala, Baracat destacou também que o atendimento online dos psicólogos do projeto tem sido essencial para manter a saúde mental dos advogados em dia.

A advogada Claudia Montanha, tesoureira da CAA-PR, contou um pouco da história do projeto, implementado em 2019. “O projeto sempre teve como maior propósito o cuidado com a saúde psíquica. Além das palestras e dos eventos, o projeto oferece consultas a preços especiais com os conveniados”, contou. 

Experiências

A convite da psicóloga Pamela Falleiros, coordenadora do projeto, alguns dos advogados que participam do projeto Saúde Mental compartilharam as suas experiências com o atendimento prestado pelos psicólogos e o impacto profissional. “Não há como ser um bom profissional sem estar bem psicologicamente”, afirmou a advogada Andreia Toledo Nunes Rocha, da OAB Telêmaco Borba. “Os advogados devem estar bem para cuidar dos direitos dos seus clientes de uma maneira tranquila, responsável e madura. Eu encontrei essa tranquilidade graças ao projeto Saúde Mental, oferecido pela CAA-PR”, acrescentou.

Ciência da Felicidade

O palestrante Gustavo Arns iniciou a sua palestra falando sobre os três pilares da ciência da felicidade: a psicologia positiva, que se dedica ao estudo da saúde, do bem-estar, do otimismo e todos os atributos que constituem uma vida boa; a ciência das emoções, que estuda as emoções humanas; e a neurociência. Para ele, a grande revolução da ciência da felicidade vem da neurociência, que afirmou que a felicidade pode ser aprendida e construída, assim como qualquer outra habilidade e requer tempo, energia e dedicação. “Quando nós estamos em um estado interno positivo, como a Andreia trouxe na prática da advocacia, não só os acordos ficam mais simples de se fazer, como temos mais clareza mental para realizar tarefas rotineiras”, afirmou. 

Arns destacou a importância do atendimento psicológico não apenas como tratamento, mas também como prevenção. “A terapia deveria ser obrigatória no desenvolvimento do ser humano, é um cuidado fundamental com a nossa mente, nosso corpo, nossas emoções, nossos relacionamentos e as questões espirituais”, disse. 

Confira a palestra na íntegra clicando aqui.

 

Newsletter

Cadastre-se para receber em seu email nossa newsletter.

Desenvolvido por ledz.com.br